sexta-feira, 24 de maio de 2013

CABEÇA ESPERTA, CORAÇÃO TRANQUILO


Na vida passamos por diversas adversidades que não entendemos muito bem por quê. Problemas nos visitam sem pedir licença para entrar em nossa vida, assim como as alegrias. Do nada, esses dois vêm e vão num piscar de olhos que nem percebemos e nos deixam sem equilíbrio necessário para dar um passo à frente e continuar a caminhada rotineira.

Somos acostumados com a rotina, portanto o caos que as tempestades e os dias extremamente quentes nos proporciona é tamanho, que tanto para sair da depressão como da euforia é trabalhoso e desgastante.

Com os problemas perdemos o ânimo para prosseguir e deixamos que o medo e a insegurança tomem conta do espírito nos abatendo de tal maneira que, o simples ato de sair da cama se torne uma tarefa tão árdua que nos deixamos ficar largados sem nos importarmos com os afazeres do dia a dia, fazendo com que deixemos nossas responsabilidades de lado.

Com as alegrias não é muito diferente. Muitas vezes ficamos num estado eufórico tal, que passamos a sonhar e planejar tomados pelo otimismo exacerbado e deixamos de ponderar e perceber a vida como ela realmente é. O fato de negar que os problemas existam, muitas vezes, nos transforma em pessoas completamente fora da realidade.

Somos feitos de negações e afirmações. Negações nem sempre são pontos fracos como afirmações pontos positivos. Há uma simbiose entre esses dois aspectos, pois problemas nos fortalecem e formam nosso caráter, assim como positivismo demais nos afasta de uma vida equilibrada. 

Todo problema necessita de coração atento e tranquilo para enfrentá-lo, assim como as alegrias da vida necessitam de cabeça esperta para não sofrer decepção.

Cabeça esperta e coração tranquilo são a chave do bem viver.


foto: da querida amiga Christiane Freire extraída do blog Esporte na Mochila (esportenamochila.wordpress.com)

4 comentários:

  1. Muito verdadeiro esse texto, amiga.
    É isso mesmo que acontece com a gente, vc e sua sabedoria sempre certas.

    Beijosss


    Miroca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Miroca!
      Você sempre muito gentil!!
      Bjs

      Excluir
  2. Ines,como sempre muito pertinente sua analise,precisamos estar sempre atentos tanto nas adversidades como nas alegrias para nao perder o ponto de equilibrio.

    Bjs

    Vera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vera. Sabemos ser uma tarefa difícil, mas precisamos ficar atentos. Bjs

      Excluir